Open Source Sofware

Transporte

Carroceiros são capacitados e animais passam por avaliação no primeiro dia de cadastramento




21.05.18 17:54

Fotos: Ascom/SMTT

A circulação de veículos de tração animal é comum na capital sergipana e, desde 2007, a Lei Municipal 3.502 regulamenta este tipo de tráfego na cidade. Contudo, o cadastramento previsto na legislação não era feito há oito anos, situação que começa a mudar a partir dessa sexta-feira, 18, pois a Prefeitura de Aracaju retomou o controle de carroças no município.



A ação consiste no recadastramento e capacitação de carroceiros, emplacamento dos veículos e avaliação clínica dos animais utilizados neste tipo de transporte. A primeira etapa aconteceu na Unidade de Qualificação Profissional do conjunto Jardim Esperança – bairro Inácio Barbosa - e seguirá durante a manhã de sábado, 19. Um cronograma com todas as datas e bairros será divulgado posteriormente.



O processo está sendo conduzido pela Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT) e pela Empresa Municipal de Serviços Urbanos (Emsurb), com apoio da Secretaria Municipal do Meio Ambiente (Sema). Além de reorganizar a circulação de carroças pelas vias de Aracaju, a ação vai contribuir para o combate ao descarte irregular de lixo e aos maus tratos contra animais.



O superintendente da SMTT, Aristóteles Fernandes, acompanhou a ação. “Com esse cadastramento nós queremos saber quem são esses carroceiros, como trabalham e onde atuam”, resumiu. “Começamos pela região do Jardim Esperança, mas seguiremos para outros bairros nas próximas semanas, como Santa Maria, Coroa do Meio e Bugio”, acrescentou.



Passo a passo



Seu Adilson de Jesus é carroceiro há mais de dez anos e foi um dos primeiros a chegar ao local do cadastramento. Assim que chegou, entregou seu cavalo, Nêgo, aos cuidados da equipe técnica. Ele elogiou o processo. “O pessoal examinou o animal, fez perguntas sobre como trato ele no dia a dia, a idade, essas coisas. Todos estão sendo atenciosos e muito práticos”, disse.



A equipe responsável pela avaliação dos animais é formada por profissionais e estudantes de Medicina Veterinária da Faculdade Pio Décimo. A médica veterinária Carla Ulian coordena os trabalhos. “Nós estamos fazendo uma análise de todas as características do animal: pelagem, marcas, patas, condicionamento físico. E entregaremos um laudo sobre cada um para o município”, explicou.



Após entregar os animais para avaliação, os carroceiros vão a uma sala onde fornecem algumas informações pessoais para o cadastro, como RG, CPF e comprovante de residência, além de serem fotografados. Finalizado o preenchimento dos dados, eles iniciam a capacitação sobre segurança no trânsito ministrada pelo supervisor de trânsito da SMTT, Cleidivan Santos.



O carroceiro Sílvio Barbosa Santos cumpriu todas as etapas e considera importante essa ação da Prefeitura de Aracaju. “É muito bom que todos estejam preparados para conduzir suas carroças, garantindo a própria segurança e a dos outros. Acho que todo mundo sai ganhando com isso”, avaliou. O emplacamento das carroças e entrega do documento de permissão acontece um dia após o curso de capacitação.



Contribuição para outras ações



O cadastramento e regularização dos carroceiros favorece a fiscalização do descarte irregular de resíduos sólidos na cidade, como também o combate aos maus tratos contra animais, como explica o diretor de Espaços Públicos da Emsurb, Bira Rabelo. “Cria-se condições mais favoráveis para essas ações, pois agora temos mais informações sobre essas pessoas e por onde costumam circular”, exemplifica Bira, que representou o presidente da Emsurb, Luiz Roberto, no primeiro dia de cadastramento.



Também acompanharam a primeira etapa de cadastramento dos carroceiros de Aracaju a vereadora Kitty Lima (Rede) e a presidente da Comissão de Defesa dos Direitos dos Animais da Ordem dos Advogados do Brasil em Sergipe (OAB-SE), Renata Mezzarano, que contribuíram durante a fase preparatória para o recadastramento e sugeriram ajustes que poderão ser aplicados nas próximas etapas do processo.

telefones-home620

banner-fala-cidadao3