Open Source Sofware

Trânsito

Semana Nacional do Trânsito oferece atividades lúdicas para crianças




20.09.18 01:03

 

Para a coordenadora pedagógica, Elaine Malafaia, atividades fora da sala de aula ajudam no desempenho escolar

Durante esta quarta-feira, 19, a Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito de Aracaju (SMTT) realizou uma série de atividades no Centro Cultural de Aracaju, em parceria com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), devido às comemorações da Semana Nacional de Trânsito 2018. Os alunos do 1º ao 5º ano da Escola Estadual Arthur Fortes, localizada no conjunto Jardim Esperança, bairro Inácio Barbosa, assistiram à apresentação do fantoche “Tião”, do grupo teatral Cones e ao Cine Rodoviário.
 
Pela primeira vez, o agente de trânsito, Diego Soares, que participa da Coordenadoria de Educação para o Trânsito, fez uma apresentação dialogando com o fantoche Tião. Para ele, foi uma experiência proveitosa devido à interação das crianças.  “Eles participaram muito e se divertiram aprendendo sobre o trânsito. Nós recebemos vários pedidos de palestras e percebemos a necessidade de um linguajar adequado às crianças menores e surgiu a ideia de usar o fantoche. Também é preciso adequar o conteúdo: a realidade dessas crianças é ir de ônibus escolar, bicicleta ou a pé para a escola, então, nós ensinamos como agir corretamente nessas situações”, afirmou o agente.
 
O grupo de teatro da SMTT, Cones, preparou apresentações especiais  para a programação da Semana Nacional do Trânsito, que acontece de 18 a 25 de setembro. Diversos assuntos são abordados em cena e, especificamente para o público infantil, tratam sobre bullying, comportamento na escola, uso da faixa de pedestres, respeito ao idoso, lotação máxima dos veículos e uso do cinto de segurança, por exemplo. 
“Criamos apresentações diferenciadas para ensinar de forma mais incisiva. Nosso trabalho tem sido muito bem recebido e as pessoas saem com vontade de colocar em prática o que aprenderam. É importante que as crianças aprendam por serem multiplicadoras de informações, muitas vezes elas levam para casa e ensinam aos pais”, explicou o coordenador do grupo Cones, Hiel Gomes.
 
O policial rodoviário federal, Daniel Argolo Fontes, chefe do Núcleo de Prevenção de Acidentes da PRF, conduziu o Cine Rodoviário às crianças. Após as instruções em vídeos, os alunos interagiram através de um quiz divertido para atestar o que aprenderam. Segundo ele, atualmente, o trânsito no Brasil mata mais do que muitas guerras que tiveram no mundo e a nomenclatura “acidente” faz parecer que as ocorrências são um acaso, quando, na verdade, não são.
 
“As estatísticas mostram que mais de 90% das ocorrências são causadas pelas atitudes do ser humano. Essa ação é importante para que a sociedade reflita sobre a importância do trânsito na redução de lesões graves e mortes na sociedade. Se a gente ficar esperando pelas atitudes das organizações públicas, nunca iremos resolver o problema do trânsito. É com a cidadania de cada um que conseguiremos mudar isso. As crianças são o futuro do trânsito e as consciências precisam ser construídas desde cedo, por isso trazemos o conteúdo adaptado para uma linguagem de fácil compreensão, deixando todos os riscos bem claros para eles”, relata o policial rodoviário.
 
Elaine Malafaia, coordenadora pedagógica da escola convidada, levou mais de 70 alunos ao Centro Cultural para que aprendam a ter atitudes seguras no trânsito. “Atividades extraclasse melhoram o rendimento na prática pedagógica do ensino em sala de aula. Essas orientações lúdicas dadas pela SMTT e PRF são muito importantes porque, se ensinados desde crianças, eles crescem e se tornam adultos conscientes a não praticarem o errado. Ou seja, esse processo educacional contribui para que eles não fujam às regras”, ressaltou a professora.

telefones-home620

banner-fala-cidadao3