Open Source Sofware

Trânsito

SMTT e Detran abrem programação do Maio Amarelo




02.05.18 18:23

Fotos: Ascom/SMTT

Foi aberta da manhã dessa quarta-feira, 2, a quinta edição do Maio Amarelo, movimento mundial pela redução dos acidentes de trânsito. Em Sergipe, as atividades são coordenadas pela Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito de Aracaju (SMTT) e pelo Departamento Estadual de Trânsito (Detran-SE), com apoio de outras instituições.



A solenidade de abertura aconteceu no auditório do Sest/Senat. Diante de uma numerosa plateia, o superintendente da SMTT de Aracaju, Aristóteles Fernandes, reforçou que educação é um pilar fundamental na gestão do trânsito e que já contribuiu para uma redução de aproximadamente 12% no número de acidentes de trânsito em Aracaju. "Através de ações de conscientização nós levamos uma mensagem importante à população: de que nas ruas e avenidas, a atitude individualista repercute no coletivo. Por isso o tema do Maio Amarelo deste ano foi tão bem pensado", elogiou o superintendente. “Nosso trabalho educativo acontece ao longo do ano e, nos três primeiros meses de 2018, já registramos uma redução no número de acidentes, mas ainda não estamos satisfeitos e queremos derrubar ainda mais esse índice”, acrescentou.



Esta é a primeira vez que a programação do Maio Amarelo acontece de forma integrada, com participação de todos os órgãos que atuam no planejamento e fiscalização das ruas, avenidas e rodovias do Estado. A presidente do Detran, Luciana Déda, destacou a união de forças para uma missão importante e urgente: alertar sobre a importância de prevenir acidentes. “A maioria das ocorrências com vítimas em todo o mundo é provocada por falha humana. Então são vidas que poderiam ser poupadas se cada um for mais prudente e consciente de seu papel no trânsito”, falou.



Empatia


Representando o governador do Estado, Belivaldo Chagas, a secretária de Estado da Casa Civil, Conceição Vieira, disse que é preciso pregar a empatia. “Se colocar no lugar do outro é um exercício fundamental em várias situações da vida, inclusive no trânsito. Parar na faixa por saber que você poderia ser o pedestre; reduzir a velocidade porque o ciclista que está ali próximo poderia ser alguém que você ama, entre outras situações”, exemplificou a secretária.



A Policia Militar de Sergipe também faz parte do Maio Amarelo, através da Companhia de Policiamento do Trânsito (CPTran) e do Batalhão de Polícia Rodoviária (BPRv). O subcomandante da PM, coronel Paulo Paiva, lamentou que os números de vítimas de acidentes ainda sejam altos. "Precisamos sair da Idade Média no trânsito", enfatizou o coronel Paiva. O representante da Polícia Rodoviária Federal em Sergipe, Alvino Domingos, foi além e disse o que espera para as próximas edições do Maio Amarelo. “Que estejamos juntos para celebrar uma queda drástica nas estatísticas de vítimas de acidentes no trânsito”.


O superintendente da SMTT de Estância, José Enilson Aragão, destacou que esta é a primeira vez que os órgãos municipais do interior sergipano foram integrados à programação do Maio Amarelo. "É muito bom ver que todos que trabalham com trânsito no Estado estão unidos com o mesmo propósito. Eu diria que este é um marco histórico para o trânsito em Sergipe", afirmou Enilson.



Grupo Cones


Um dos principais instrumentos da Coordenadoria de Educação para o Trânsito da SMTT de Aracaju, o Grupo Cones de Teatro apresentou peça inspirada no atendimento de urgência e emergência hospitalar a vítimas de acidentes de trânsito, arrancando aplausos do público. Eles encenarão a mesma história em vários momentos ao longo do mês de maio, conforme programação disponível no site www.smttaju.com.br.

Presenças


Também prestigiaram a solenidade de abertura do Maio Amarelo o comandante da Capitania dos Portos de Sergipe, capitão Alessandro Black, a secretária da Saúde de Aracaju, Waneska Barboza, o secretário da Defesa Social de Aracaju, Luís Fernando, a secretária da Educação de Aracaju, Cecília Leite, o secretário da Juventude e Esporte de Aracaju, Jorge Araújo, do comandante do Guarda Municipal de Aracaju, inspetor Fernando Mendonça, a superintendente do Samu Sergipe, Maria Lúcia, e do superintendente do Sesi em Sergipe, Acrísio Siqueira, a diretora do Sest/Senat, Daniele Queiroz, e o diretor da SMTT de Estância, José Enilson Aragão, que na solenidade representou todos os órgãos municipais de trânsito do interior do Estado.



O Maio Amarelo conta ainda com o apoio da Unimed Sergipe e do Instituto Luciano Barreto Júnior.

telefones-home620

banner-fala-cidadao3