Open Source Sofware

Motorista

Agente de trânsito é desacatado por condutor de ciclomotor




29.01.13 18:26

 

Agente de Trânsito precisou fazer perseguição em condutor de ciclomotor após ter sido desacatado com gestos e palavras obscenas durante operação de rotina que realizava no início da manhã (Foto: Agente França)

Durante uma operação de rotina da Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT) na manhã desta terça-feira, 29, um condutor de ciclomotor se negou a apresentar a documentação exigida por lei e desacatou a autoridade de trânsito com palavras e gestos de baixo calão. O fato aconteceu por volta das 7h30.


De acordo com o supervisor Alcebíades Júnior, a ação estava programada para conter o fluxo da avenida Tancredo Neves em detrimento de sua perpendicular que dá acesso ao bairro Jabotiana, avenida João do Ouro. Assim estava o agente posicionado, em operação, quando um condutor de ciclomotor 50 cc desrespeitou o momento e avançou.


“Além de não cumprir com a ordem pública, intermediada pelo agente de trânsito, o condutor colocou a vida dele e das outras pessoas em risco. Se ele seguiu o fluxo, poderia ter se chocado com veículos da outra via, que estavam sob a orientação da nossa equipe”, explica o supervisor Alcebíades.


Ao identificar o caso, o agente de trânsito Silva fez perseguição do condutor que também se negou a apresentar a documentação necessária para conduzir o veículo tipo ‘shineray’. “Falei para ele que só pararia de seguir até o destino final depois que eu o encaminhasse à delegacia”, pontua Silva, que lavrou termo circunstanciado na delegacia metropolitana do bairro Leite Neto.


Segundo a futura secretária municipal de Defesa Social e Cidadania, Georlize Teles, o profissional da SMTT agiu de forma correta e merece destaque. “Este é um comportamento padrão que priorizamos na nossa gestão. Temos 28 dias de administração e de hoje em diante iremos mostrar que viemos para estruturar o órgão, valorizar seus servidores e, assim, trazer a sociedade para ser nossa maior parceira nesse processo. O comprometimento com a ordem pública e segurança das vias da cidade um de nossos focos”, comenta Georlize.


Legal


Ao contrário do que se imagina, o condutor de ciclomotor precisa usar capacete, portar a nota fiscal da motoneta, ter todos os equipamentos de segurança do motociclo e a autorização para conduzi-lo (ACC). Se o condutor não apresentar estes itens, o agente de trânsito dá tempo hábil para que o responsável regularize no local da abordagem. Caso contrário, o ciclomotor é conduzido ao pátio da SMTT, tendo que arcar com pagamento do deslocamento do guincho.




telefones-home620

banner-fala-cidadao3